07 fevereiro 2009

A TRAIÇÃO DE ABSALÃO by Josimar Salum

Josimar Salum

Publicado originalmente em Dezembro/98 & Janeiro/99

Em II Sm. 15:1-6 lemos: “E aconteceu depois disto que Absalão fez aparelhar carros e cavalos e cinquenta homens que corressem adiante dele. Também Absalão se levantou pela manhã e parava a uma banda do caminho da porta. E sucedia que a todo o homem que tinha alguma demanda para vir ao rei em juízo, o chamava Absalão a si, e lhe dizia: De que cidade és tu? E dizendo ele: Duma das tribos de Israel é teu servo. Então Absalão lhe dizia: Olha os teus negócios são bons e retos, porém não tem quem te ouça da parte do rei. Dizia mais Absalão: Ah, quem me dera ser juiz na terra! para que viesse a mim todo o homem que tivesse demanda ou questão, para que lhe fizesse justiça. Sucedia também que quando alguém se chegava a ele para se inclinar diante diante dele, ele estendia a sua mão e pegava dele e o beijava. E desta maneira fazia Absalão a todo o Israel que vinha ao rei para juízo; assim furtava Absalão o coração dos homens de Israel.”

Absalão agiu assim porque guardava uma grande ofensa e uma grande mágoa de seu pai. E ele agiu assim não somente por alguns dias, mas por muitos anos.

O problema foi que Absalão matou a seu meio-irmão Amnon que havia cometido um incesto com sua própria irmã. Depois deste assassinato foi obrigado a viver longe de Jerusalém por muitos anos e só depois deste longo exílio, seu pai, o rei Davi, permitiu que ele retornasse a Jerusalém com a condição que não visse o seu rosto. Absalão porém implorou ao seu pai que o recebesse. Ao vê-lo novamente Davi o beijou, mas a reconciliação de ambos não foi completa.

Quando intentamos a reconciliação com um irmão ou irmã, deve ser completa. Não pode ficar nada escondido nem reservas que não sejam tratadas. Não podemos fingir de reconciliação, mas tratar tudo à luz do Senhor. Se uma reconciliação não é completa nos padrões que Jesus estabeleceu para nós, mais cedo ou mais tarde uma raiz de amargura irá brotar e irá contaminar a muitos e até toda a igreja.

Pessoas que se ofenderam mutuamente um ao outro com profundidade devem reconciliar-se com profundidade. Não será dando um tapinha no ombro do outro e ignorando os fatos acontecidos ou fingindo que tudo o que aconteceu deve ser esquecido, que se resolverá o assunto diante de Deus. O próprio Senhor chama-nos para nos arrazoarmos com Ele. Com um coração cheio de amor e perdão podemos tratar do passado e estabelecer uma verdadeira reconciliação.

Sem revolver o assunto com seu pai e primordialmene em seu coração, Absalão começou a ficar então à porta do palácio para saudar todos os israelitas que vinham resolver suas demandas com o rei. Com engano e bajulação pouco a pouco foi desmerecendo e diminuindo a autoridade de seu pai.

Este espírito de Absalão, espírito de traição, ataca a igreja hoje operando através principalmente de líderes, mas também de membros ofendidos ou descontentes, que traem a autoridade da liderança da igreja. Líderes e membros que têm um desejo de controle, agem independemente e gostam das atenções voltadas para eles. Se não estão desempenhando um papel de evidência ou não têm alguém de seus familiares ou alguém de seu grupinho de amigos em evidencia não têm motivação alguma na casa de Deus.

Em II Sm. 15:11 nós lemos que pelo menos duzentos homens foram enganados por este jogo sujo de Absalão. Há líderes, diáconos, obreiros e outros pastores, geralmente os mais antigos da igreja, que de repente não desejam mais ser liderados pela VERDADEIRA, GENUÍNA E AUTÊNTICA LIDERANÇA DE DEUS e assim tornam-se vulneráveis a este espírito. É que muitos não conseguem e não podem trabalhar na igreja somente desempenhando um papel de apoio.

Meus irmãos, como crentes sinceros vocês irão se guardar deste espírito não aceitando criticas nem criticismo contra a liderança espiritual de sua igreja. Recuse-se a ouvir qualquer crítica de seus líderes. Digo mais, recusem-se a ouvir críticas de qualquer líder espiritual de qualquer igreja.

Um espírito de traição que está atuando numa outra localidade pode afetar a nossa própria localidade se tomamos parte nas críticas de outros crentes aos seus líderes.

“Não confiem numa pessoa simplesmente por causa de seu título ou sua posição na igreja. Procure ver o fruto que estes líderes produzem nas suas vidas e relacionamentos.” (Picket)

Uma desavença entre um líder e seu pastor quando não é resolvida apropriadamente irá abrir uma brecha para a atuação deste espírito de Absalão.

Há crentes que se tornam abertos e desprotegidos aos ataques deste espírito quando começam a criticar o trabalho de seus líderes e de seus pastores.

Precisamos entender que Deus aponta pessoas para cada área de liderança. Se sua posição na igreja é a de um professor da Escola Bíblica, um "levita", um diácono, um "evangelista", ou mesmo "um membro que participa dos cultos simplesmente com sua presença e contribui com suas orações e ofertas" esteja contente com isto. Você estará neste lugar de segurança e no lugar onde Deus derramará sobre ti a Unção.

Muitos pensam que podem agir independentemente ou paralelamente junto ao ministério da igreja. Não seguem orientação da liderança da igreja. Só se envolvem na "obra" se são suas idéias que estão sendo trabalhadas.

Aquele que não está debaixo (no sentido de cobertura, não de dominação) da autoridade da liderança de uma igreja local não deve ser digno de confiança.

Não confie em alguém rebelde, crítico e insubmisso aos seus "pastores e líderes". Fuja de todo aquele que só oferece críticas aos seus líderes.

Um líder verdadeiro é conhecido pela sua capacidade de trabalhar com outro líder. Se você como líder não pode aceitar a orientação certa de outro líder que compartilha a mesma posição que a sua, você não está preparado para ser um líder na igreja do Senhor.

Pessoas escandalizadas ou ofendidas na igreja são aquelas que foram tratadas injustamente ou pensam que foram tratadas injustamente.

Muitas saíram de algumas igrejas escandalizadas com o erro ou a queda de seus pastores ou líderes. Ficaram muito ofendidas e escandalizadas. E enquanto não perdoarem a seus pastores no passado não ficarão totalmente sadias.

Todo o crente que justifica sua frieza como sendo o resultado de ter-se escandalizado com o pecado de seus líderes foi apanhado por este espírito sujo. Precisam deixar de ser orgulhosas e de achar que tem razão em agirem assim, para que possam ser curadas e libertas.

Quando a pessoa não resolve a ofensa começa a ficar agressiva e depois seu coração se enche de ódio. A partir daí somente agiram com críticas e apontando as coisas negativas e escandalosas que tomam conhecimento. Amargura gera ódio, ódio que leva a a uma ira desenfreada de tudo e de todos que finalmente levará à morte.

As causas da ofensa geralmente estão na nossa própria mente e são alimentadas pelos nossos próprios pensamentos e julgamentos.

Nós achamos como todo o mundo pensa que afinal temos nossos direitos: “Estes são os meus direitos!” E nosso orgulho defendendo nossos direitos, procurando nossos próprios interesses e de fato a nossa própria promoção recusa-se a perdoar aqueles que não nos reconhecem ou, como pensamos, não entendem que não poderíamos jamais sofrer este ou aquele tipo de ofensa!

Assim é que toda a igreja está sendo abençoada, o Senhor está operando em todo lugar abençoando o Seu povo e estes crentes com seus “direitos exclusivos” estão padecendo e sofrendo uma situação de amargura e tristeza por distanciarem-se da comunhão dos santos! Crentes isolados dentro de casa, que se reúnem somente com familiares e entre os outros que pensam da mesma forma, que não tem comunhão com o Corpo de Cristo são grupos de seitas espalhadas por todo o canto.

Pior, não somente ficam isolados, de cabeça baixa, rostos entristecidos, coração amargurado, mas contaminam os outros com seus argumentos e reclamações.

Já ouviu um crente dizer: "Ah! mas o pastor fulano não agia assim, não. Ah! Eu aprendi assim e não vou mudar. Este é o meu direito." Irmãos, nós somente temos um direito em Cristo que é o privilégio de dever amar a todos como Ele nos amou!

Nós podemos nos sentir ofendidos pelos próprios desafios, testes e provas que o próprio Deus nos dá. Deus desenvolve o Seu caráter em nós através destas tribulações. Mas se respondermos positivamente a estas provas seremos livres de ficarmos escandalizados e ofendidos. Se alguém nos ofendeu ou fez alguma coisa que pudesse nos escandalizar Deus já sabia disto antes e permitiu que passássemos por tudo isto. Somos provados por estas circunstâncias. Mas se nossa vontade e atitude é de perdoar sempre quem quer que seja, estaremos livres dos estragos deste espírito maldito.

Em Lucas 17:1 nós lemos: “É impossível que não venham escândalos (ou ofensas), mas ai daquele por quem vierem.”

Escândalo e ofensa é a mesma coisa. Não há como vivermos nesta vida sem passar por uma ou por outra coisa.

Porém, não é a ofensa em si que é o problema, mas como reagimos a ela. Só o nosso orgulho e soberba nos impede de perdoar. De perdoar até a nós mesmos por coisas terríveis que praticamos. Sim é soberba, pois se Jesus nos perdoa todas as iniquidades, pecados e ofensas, quem somos nós para não perdoarmos? A nós ou a qualquer quem que seja?

Saiba de uma coisa: quem ofende ao seu irmão ofende ao próprio Jesus. Deixe Jesus, portanto, agir em seu favor se você for ofendido ou escandalizado. Jesus estabeleceu este princípio: “E respondendo o Rei lhes dirá: Em verdade vos digo que, quando o fizerdes a um destes meus pequeninos irmãos a Mim o fizestes.” (Mt. 25:40)
É melhor pois, deixar Senhor cuidar de todas estas estas questões!

Injusta ou justamente ninguém tem o direito de ficar ofendido. A ordem de Jesus é a mesma em qualquer situação: Perdoai! Perdoai!

O caminho para vencer a ofensa é mostrar amor ao ofensor.

Há líderes que influenciados por este espírito de traição procuram enganar os membros da igreja e estes começam a tomar partido, a admirá-los e a achar que o ofendido tem mesmo razão. Eles começam a criticar e a recusar a seguir as decisões da liderança. Começam a tentar resolver problemas que não lhes competem resolver. No fundo muitos líderes estão querendo promover a divisão, pois somente nãio divisão é que poderam obter uma carnal promoção.

Muitos ouvem a VERDADEIRA, AUTÊNTICA, GENUÍNA LIDERANÇA ESPIRITUAL - balançam os ombros! - mas ignoram as orientações do líder espiritual deixando-as entrar por um ouvido e saírem pelo outro.

Pouco a pouco, com "tom espiritual", sob o pretexto de orarem sobre o assunto começam a ressaltar as imperfeições e limitações do líder.

E então, já tendo orado, introduzem na conversa a motivação oculta: "Ah! Se o Senhor me chamar para esta Obra!"

Verdadeiramente, o Senhor não o chamou, mas por causa de seu orgulho e soberba, o Senhor mesmo o entregou a este espírito faccioso.

Noventa por cento das divisões em "igrejas, ministérios, congregações" que tomei conhecimento ou vivenciei de perto em minha jornada ministerial aconteceram exatamente por estes caminhos e causas, influenciados pelo que chamamos de "Espírito de traição."

"Pois não é um inimigo que me afronta, então eu poderia suportá-lo; nem é um adversário que se exalta contra mim, porque dele poderia esconder-me; mas és tu, homem meu igual, meu companheiro e meu amigo íntimo. Conservávamos juntos tranquilamente, e em companhia andávamos na casa de Deus. Aquele meu companheiro estendeu a sua mão contra os que tinham paz com ele; violou o seu pacto. A sua fala era macia como manteiga, mas no seu coração havia guerra; as suas palavras eram mais brandas do que o azeite, todavia eram espadas desembainhadas. (Salmos 55:12-14, 20-21)

Em seu livro "O Próximo Mover de Deus" a irmã Fuscia Picket compartilhou uma palavra que acredita ter sido dada por Deus. Deus lhe advertiu, dizendo: Eu não, Eu não, - três vezes - Eu não permitirei ninguém que toca no Meu Plano, no Meu Programa, nos Meus Profetas e na Minha profecia ser parte ou participar no próximo mover de Deus."

"Todos os salvos são ungidos de Deus. Quando eles eram ainda poucos em número, de pouca importância, e forasteiros nela, andando de nação em nação, dum reino para outro povo, não permitiu que ninguém os oprimisse, e por amor deles repreendeu reis, dizendo: Não toqueis nos meus ungidos, e não maltrateis os meus profetas." (Salmos 105:12-15) Deus lidará duramente com todo o líder que oprime os servos do Senhor.

Como não é assunto sem importância para Deus alguém envolver-se em criticismo e em traição contra um servo ungido de Deus, refiro-me as líderes que o Senhor estabeleceu sobre Seu Povo.

"Contudo, semelhantemente também estes falsos mestres, sonhando, contaminam a sua carne, rejeitam toda autoridade e blasfemam das dignidades. Mas quando o arcanjo Miguel, discutindo com o Diabo, disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar contra ele juízo de maldição, mas disse: O Senhor te repreenda. Estes, porém, blasfemam de tudo o que não entendem; e, naquilo que compreendem de modo natural, como os seres irracionais, mesmo nisso se corrompem. Ai deles! porque foram pelo caminho de Caim, e por amor do lucro se atiraram ao erro de Balaão, e pereceram na rebelião de Coré. Estes são os escolhidos em vossos ágapes, quando se banqueteiam convosco, pastores que se apascentam a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos; são árvores sem folhas nem fruto, duas vezes mortas, desarraigadas; ondas furiosas do mar, espumando as suas próprias torpezas, estrelas errantes, para as quais tem sido reservado para sempre o negrume das trevas." (Judas 8-13)

Se dermos lugar a este "espírito de traição" sofreremos as consequências. Muitos já estão sofrendo as consequências deste pecado e precisam clamar por misericórdia, confessar seu pecado diante de Deus, rogando-lhe Seu perdão e mais, precisam pedir perdão e reconciliar com aquele que os ofenderam ou foram ofendidos.

Proteja-se meu irmão, proteja-se minha irmã, de guardar qualquer ressentimento contra os líderes da igreja ou contra quem quer que seja. Perdoe sempre. “Se alguém tem queixa contra o outro, assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.” (Cl. 3:15)

E regozijem-se! Os verdadeiros líderes ungidos por Deus, ainda que não sejam perfeitos e que não acertem sempre, triunfarão contra este espírito de Absalão, na medida que colocam suas vidas nas mãos de Deus como fez Davi.

10 comentários:

pastordfl@hotmail.com disse...

Paz

Fico feliz em receber em meu endereço pessoas como voce. Gostei de seu site....Parabéns....
Deus te abençoe muito nesta tarefa .Estamos juntos...
pastordfl@hotmail.com

Magaly disse...

Ola Pastor Salum
Muito interessante esse texto fala de uma verdade clara sobre o espirito de revolta.
Minha preocupacao hoje eh com a situacao de varias igreja que tem que aguentar calados e ficar conformados com tanta coisas reprovaveis vindas da parte de seus lideres.
No caso Davi foi um lider irresponsavel e inconsequente. Paternalista pois nao agiu com justica nem fez nada para reparar a situacao. Paternalistas sao aqueles que favorem alguns e punem outros, dois pesos e duas medidas, conforme a intimidade.
Davi desprezou o filho que clamou por justica e ate sua propria filha nao buscou a ajuda do Rei pois creio que sabia nao ter dele o respaldo necessario.
Muitos lideres hoje tem abafado situacoes que precisam ser tratadas, curadas, removidas do seio da igreja. Rejeitam o profetico, rejeitam a batalha espiritual, rejeitam seminarios de cura e libertacao por saberem que o pecado sera exposto. Eh muito f'acil rejeitar quem ve o mau e nao se cala. Eh facil criticar quem esta indignado. Mas realmente tratar da causa, da origem dos problemas e isso eh lideranca quem tem que fazer, ah isso eh dificil.
Ai a nova e velha doutrina do calados sempre pra nao ser acusado de rebeliao. Entendo que igreja saudavel assim como familia saudavel sao aquelas em que o dialogo acontece sempre, e abertamente com sinceridade e amizade para gerar o perdao em amor. Precisamos ter uma visao de Curar os Absaloes antes que se explodam, tratar e disciplinar os Amnons para exemplo de outros e nao esquecer das Tamares, imagine a dor dessa moca que foi confortada e acolhida pelo irmao dito rebelde. O amor de Absalao por Tamar levou a tudo isso. Se o Brasil tivesse alguns Absaloes a impunidade seria banida. A pedofilia exterminada e o estupro e abusos sexuais contra mulheres nao existiria.
Resposta original de Magaly Morais

magalymoraih@hotmail.com

rita.r-m-@hotmail.com disse...

bom dia, é um prazer te conhecer mesmo sendo pelas linhas sou pastoura rita fico feliz em saber que a inda existe pastores que pensam como eu e minha casa,li alguns escritos antigos que vi pertubou muitos mas isso foi pelo simples fato das pessoas estarem se confomando com este seculo,e não deixam suas mentes serem renovadas e fica mais facio eles comcordar com tudo e assim vão vivendo uma vida de pecados esquecendo do vedadeiro motivo de jesus morrer na cruz,sinto que as portas do céu esta se fechando e muitos serão pegos de surpressas.um abraço,quero poder saber mas de voce.

Wilson S. Bento disse...

Poderíamos primeiro fazer uma análise da atual situação evangélica brasileira, descobrir porque seria necessário uma campanha de oração? Não estamos orando por um Brasil melhor?


Existem muitos eventos e campanhas em favor de um novo Brasil há muitos anos, e porque será que nada muda?


Qual o sentido de 40 dias? porque não uma vida de oração por um Brasil cristianizado? Só 40 dias?? Será suficiente? Como determinamos isso??


Ou será que a apatia dos crentes tem sido a causa de um Brasil pior a cada ano, seria também a falta de compreensão bíblica a causa de um Brasil tão ruim? ou seria o descaso dos crentes com o próprio Deus a causa da situação triste em que vive o Brasil? ou a falta de leitura bíblica, falta de comunhão, falta de sã doutrina, falta......... ????


Em vez de campanhas vamos pregar a Palavra, educar o povo nos caminhos do Senhor, então, aí sim, teremos um Brasil melhor. Onde os crentes comprometidos com a Verdade, com o Evangelho, deixariam o "jeitinho brasileiro" para viver um cristianismo autêntico, deixariam de sonegar impostos, deixariam de acrescentar abatimentos indevidos no imposto de renda, consertariam seus casamentos em vez de divorciarem-se, deixariam de dar tantos maus exemplos na sociedade, seriam melhores pais, melhores mães, melhores filhos, melhores patrões, melhores empregados, melhores cidadãos brasileiros.


Um Brasil melhor!!!!!


Se queremos um novo Brasil, temos que começar a viver mais de acordo com a Bíblia, mais conscientes de que somos raça eleita, nação santa, sacerdócio real, porque a Bíblia nos ensina que somos identificados por essas qualidades para proclamar as virtudes daquele que nos chamou das trevas para sua maravilhosa luz.


Se queremos glorificar a Deus, ver o crescimento das nossas igrejas (por conversões genuínas), e sermos abençoados precisamos mesmo é viver uma vida cristã digna e comprometida com Deus, e o mundo verá que somos um povo de "outro mundo".


Wilson S. Bento
wilsonsbento@gmail.com

“Não é que eles não vejam a solução. O que eles não enxergam é o problema”

venanciosilmara@hotmail.com disse...

Pastor, este estudo e muito bom, eu creio desta forma, no meu ver este movimento de cura interior choca muito com a palavra de Deus, creio que se der a importancia que estao dando para a cura interior como estao dando nas igreja, parece que estamos deixando os dons do Espirito santo um pouco de lado, ja tentei entender e aceitar mas quando vou para a biblia nao encontro apoio. E a cura interior ao inves de exspulsar os demonios, na maioria das vezes apenas os acalmam, ja vi pessoas oprimidas pelo diabo e ao inves de expulsar o demonios se pede para abracar a pessoa mas o demonio continua ali, Jesus nos disse para pregar-mos a palavra, curar os enfermos,expulsar os demonios nao acalma-los. Fique na paz de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, Ore por mim.

Joelma Elias Pires disse...

Prezado Josimar Salum,

Esta mensagem e como uma flecha polida tirada da aljava do Senhor
Acertou o alvo, so espero que muitos cristaos tenham acesso a ela.
Estou aguardando anciosamente a parte II.


Atenciosamente,
Joelma Elias Pires Simaopjoelma@yahoo.com.br

alucas90@hotmail.com disse...

a paz do senhor meu querido eu sou um simples seguidor de Cristo estou cada dia mais aprendendo as suas palavras maravilhosas q nos deixou e fico muito feliz de estar recebendo estas mensagens edificante suas Deus continue a te iluminar e a te usar com todo Poder do Espirito Santo as vezes fico muito triste de ver no meio evangelico o comercio de igrejas vendendo ingressos para verem testemunhos de certas pessoas q se dizem convertidas pq a palavra de Deus nos diz claramente de graca recebeis e de graca dai vos queria q o senhor me esclarecese se e certo este tipo de coisa fica na paz

maria-rita-sara@hotmail.com disse...

FICO MUITO AGRADECIDA EM PRIMEIRO A DEUS POR HAVER COLOCADO VOCES EM MEUS CAMINHOS E A VOCES POR TEREM ME ESCOLHIDO! DEUS OS ABENÇOE!

plenosoft@hotmail.com disse...

Isso é conversa pra boi dormir, comparação idiota feita por alguém que quer manipular os outros a não aceita que alguém discorde.

Texto ótimo para pastores e políticos enganadores.

Anônimo disse...

cARO IRMAO JOSIMAR, BOM DIA!
PRECISAVA LHE ESCREVER ESTAS POUCAS LLINHAS PARA TESTEMUNHAR O QUE SUA MENSAGEM FEZ
HOJE EM MINHA VIDA!
SOMENTE HOJE DE MANHA SENTI VONTADE DE ABRIR SUA MENSAGEM, REALMENTE NAO TINHA REPARA-
DO NELA NOS OUTROS DIAS, CREIO QUE FOI A VONTADE DO "SENHOR".
ONTEM A NOITE FUI ACORDADA PELO PAI ALTISSIMO QUE ME COLOCOU SENTADA A ESCREVER 10 PAGINAS
DE MEU SEGUNDO LIVRO, QUANDO ACABEI VI UMA MENSAGEM FORTISSIMA DE DESPERTAR DA IGREJA, QUE REALMENTE VIVESSEMOS CRISTO, E QUE ELE ERA AMOR NAO QUE TINHA AMOR!
VIVER CRISTO SIGNIFICA REALMENTE LIBERAR PERDAO, DAR O OUTRO LADO DA FACE, VIVER EM COMUNHAO!
ISSO SERVIU DEMAIS PARA MIM POIS ANTES DE VIR A PORTUGAL, EU TIVE UMA IMENSA DECEPÇAO COM UM
PASTOR ONDE EU TAMBEM PASTOREAVA, ELE SERIA O "DONO DA IGREJA", ME FERIU MUITO E EU SAI DE LA.
MAS CHEGUEI AQUI FERIDA, PREGUEI EM ALGUMAS IGREJAS MAS VI QUE NAO TINHA CONDIÇOES DE CONTI-
NUAR POIS SOU MUITO CUIDADOSA COM AS COISAS DE DEUS, MAS A FERIDA FOI CRESCENDO E EU FUI
ME ISOLANDO DAS IGREJAS FICANDO SOMENTE DENTRO DE CASA!
LOGO EU QUE TIVE UM RESGATE LINDO DO PAI, QUANDO ELE ME TIROU DA PRISAO EM ISRAEL E ME ARRANCOU
DO ISLAMISMO, LOGO EU QUE FORA TREINADA POR DEUS A NAO TER MEDO DE NADA E A GUERREAR CONTRA O ISLAMISMO, ESTAVA ALI TOTALMENTE PARADA A DAR VITORIA AO INIMIGO COM MINHA ESTAGNAÇAO.
FUI DEITAR COM UM GRANDE SENTIMENTO DE LIBERAÇAO DE PERDAO, ESTAVA SENDO TOCADA A TELEFONAR
PARA ESSE HOMEM NO BRASIL QUE TANTO ME FERIRA, MAS FOI COISA SERIA A PONTO DE EU E MINHA FILHA
FICARMOS SEM TETO PARA MORAR DEVIDO EU NAO CONCORDAR COM CERTAS COISAS QUE ESTAVAM DISTANTES
DA VONTADE DE DEUS, MAS ME SENTI TOCADA A LIBERAR PERDAO A ESSE HOMEM NESSA NOITE DE ONTEM.
E HOJE AGORA CEDO SENTI VONTADE DE LER SUA MENSAGEM, O QUE VEIO DE ENCONTRO COM A VONTADE
DE DEUS, CONTINUE A MANDAR ESSAS JOIAS RARAS AOS IRMAOS POIS COM CERTEZA O IRMAO ESTARA
DISPERTANDO NOVAMENTE OS SOLDADOS DA GRANDE BATALHA NOVAMENTE COMO FEZ COMIGO ESSA MANHA!
LOUVO A DEUS POR SUA VIDA!
QUE DEUS O ABENÇOE GRANDEMENTE!
UM GRANDE ABRAÇO,
ANONIMO