18 março 2007

Projeto de Lei no Brasil criminaliza a homofobia

Está tramitando no Congresso Nacional Brasileiro um projeto de lei sobre a criminalização da homofobia (preconceito, medo irracional e ódio em relação aos homossexuais). Já foi aprovado pela Câmara e se aprovado pelo Senado será assinado em Lei pelo Presidente Lula.

O Projeto de Lei (PL nº 5003B/2001) prescreve o seguinte:

a) Qualquer coisa que seja dita sobre o homosexualismo será considerado crime punível com 3 a 5 anos de cadeia. Por exemplo, a conduta de um pastor ou padre que, em uma homilia, condenar o homossexualismo.

b) Será considerado criminoso quem "recusar, negar, impedir, preterir, prejudicar, retardar ou excluir, em qualquer sistema de seleção educacional, recrutamento ou promoção funcional ou profissional....” Por exemplo, um reitor que não admitir o ingresso de um aluno que pratica o homossexualismo, poderá ser preso por 3 a 5 anos. Seminários seriam obrigados a aceitar candidatos homossexuais, etc.

c) Inclui cláusulas discriminatórias. Por exemplo, se os pais demitirem uma babá por descobrir que ela seja lésbica, poderão ser processados e presos.

d) Incrimina qualquer pessoa física ou jurídica (igreja, ministério, casa de recuperação, associação) que de alguma forma não aceite o comportamento homossexual ou que não aceita que a orientação sexual seja uma prática ou padrão social aceitável em qualquer lugar público ou privado. Se esta lei severa e restritiva for aprovada extinguirá todos os ministérios que trabalham com gays por causa simplesmente de seus propósitos.

Se promulgada, esta lei em potencial trará consequências para quaisquer brasileiros quaisquer que sejam suas convicções. Atingirá em cheio as famílias que zelam pela educação de seus filhos com base em princípios sadios e as igrejas e ministérios cristãos, a Igreja Católica, inclusive.

A Palavra de Deus, porém declara:

“Não te deitarás com homem, como se fosse mulher; é abominação, é repugnante” (Lev. 18:22)

“Se um homem se deitar com outro homem, como se fosse com mulher, ambos terão praticado abominação; certamente serão mortos; o seu sangue será sobre eles.” (Lv. 20:13)

“Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza. Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão. Embora conheçam o justo decreto de Deus, de que as pessoas que praticam tais coisas merecem a morte, não somente continuam a praticá-las, mas também aprovam aqueles que as praticam. ( Rm. 1:24-27, 32)

Merecem a morte, de acordo com este texto, não somente os homossexuais, mas os adúlteros, os mentirosos, os injustos, os soberbos, os infiéis, os que desonram seus pais, os idólatras, etc. Embora nenhum homem ou mulher tenha o direito de executar o que este texto declara - de que são dígnos de morte os que tais coisas praticam - também ninguém, seja homem ou mulher ou mesmo qualquer Governo ou Autoridade na Terra tem o direito de obrigar quem quer que seja a aprovar tais práticas.

Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais... nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos... herdarão o Reino de Deus. Assim foram alguns de vocês. Mas vocês foram lavados, foram santificados, foram justificados no nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito de nosso Deus. (I Co. 6:9-11)

É preciso enfatizar que a Palavra de Deus não endossa o ódio e a discriminação contra os que praticam o homossexualismo. Pelo contrário, Jesus nos ordenou abertamente a amar nosso próximo. O perfeito amor definitivamente não é homofóbico.

“Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor é de Deus... No amor não há medo, antes o perfeito amor lança fora o medo; porque o medo envolve castigo; e quem tem medo não está aperfeiçoado no amor.” (I Jo 4:7-11, 18)

Estamos diante de uma lei que irá provocar a maior perseguição religiosa de que o Brasil tem notícia. Os brasileiros cristãos estão diante de um impasse entre ter que escolher obedecer a Deus ou aos homens.

Este projeto de lei é um atentado a liberdade religiosa. É uma iniciativa imoral, repugnante e abominável de obrigar todo mundo a pensar que o homossexualismo é “normal.”

Quanto a mim, entrando a lei em vigor ou não, continuarei pregando o que a Palavra de Deus contém. Continuarei livremente, de acordo com minha consciência, anunciando que Deus amou o mundo de tal maneira, por isto deu Seu Único Filho para morrer pelos pecadores, por todos, por cada um de nós.

Doutro modo, teria que renunciar a minha fé, teria que abandonar meu ministério, teria que desobedecer a Deus.

Doutro modo teria que invalidar o sacríficio de Jesus Cristo na Cruz, teria que considerar Seu sofrimento vão porque se o homossexualismo não é pecado, então Jesus não pode salvar os homossexuais. E não poderia convidar a todos os que o praticam o homossexualismo ao arrependimento. Teria que negar meu amor por eles, negando-lhes a Vida Eterna.

Quanto a mim mais importa obedecer a Deus do que aos homens. Definitivamente.

10 comentários:

heloisa helena belo neves disse...

"Meus irmãos, não tenhais a fé de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas....Porventura não fizeste distinção entre vós mesmos, e não vos fizeste juízes de maus pensamentos?. Amarás ao teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis. Mas se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecados, e sois redarguidos pela lei como transgressores. Porque o juízo será sem misericóridia sobre aquele que não fez misericórdia e a misericórdia triunfa do juízo" Tiago 2: 1 a 13

Amados irmãos, creio que a legislação fala em não discriminarmos as pessoas.

Jesus também não discriminava as pessoas. Ele acolhia, amava, ficava perto, conversava, aconselhava amorosamente, prostitutas, adúlteras, leprosos,mulhere que tinha muitos maridos, mulher sirio-fenícia, roubadores de impostos, etc. ele amava pessoas, seres humanos indistintamente.
"Nem eu te condeno, vá e não peques mais"

A legislação permite a liberdade de culto. Nós não somos discriminados, odiados ou rechaçados por sermos evangélicos ou por sermos católicos ou por professarmos a crença no candomblé.

A legislação brasileira permite essa liberdade de culto, as igrejas abertas, e as pessoas indo e vindo para os seus cultos sem medo de serem maltratados, odiados, perseguidos , coisa que em muitos países não acontece.

A mesma coisa é para as escolhas sexuais. Se eu tenho as minhas convicções e respaldo a minha vida a minha conduta na bíblia sagrada, não posso odiar, discriminar ou rechaçar, pessoas que tenham outra conduta de vida.

Jesus não me ensinou isso. Pelo contrário, enquanto todos os fariseus e sacerdotes e religiosos da epóca discriminava, rechaçava, criticava, e queria ficar longe dos roubadores de impostos, das adúlteras, das prostitutas, etc. Jesus as, os acolhia, os amava, ficava perto deles, aconselhando-os e até dizia para esses religiosos, que estas pessoas os precederiam no reino dos céus.

Creio que não é por força ou por violência, mas pelo meu espírito.

É o amor que vence, e não a discriminação. O texto de Tiago é muito claro, misericórdia triunfa sobre o julgamento.

Jesus pergunta para os que apedrejavam a mulher adúltera, Qual de vós não tem pecados?

O texto bíblico nos diz que aquele que diz que não tem pecados, é um mentiroso. "Todos pecarm e destituídos estão da glória de Deus" E a todo instante estamos pecando , por ações e por omissões.

Na pergunta que Jesus fez aos apedrejadores da mulher, ele deixou claro, que o pecado deles não era menor do que o da mulher adúltera.

E nós pecamos? O nosso pecado é menor ou maior do que o dos homosexuais?

Será que Jesus nos olha como melhoreszinhos do que os homossexuais?

Se Jesus fosse olhar para a nossa pequenez e pecaminosidade, teria ficado na glória, junto com o pai, e jamais se aproximaria de nós.

No entanto "Ele deixou a sua glória, esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, humilhou-se a si mesmo" Fp. 2: 7

Jesus nos convida a amar as pessoas indistintamente, e com esse amor, que lança fora todo medo, resgatar as pessoas pra Ele mesmo, salvando-as, curando-as e libertando-as de todo mal.

petra disse...

eu tambem devo escutar-me e existindo um deus,ele criou-me para ser verdadeira, comigo e com os outros. viver a minha homosexualidade com naturalidade e harmonia é o que faço.

Manu disse...

É impressão minha, ou o dono deste blog não só concorda como estmula a morte de homossexuais? Cara, deixe isto para o seu deus... Vá se preocupar com os milhões de crianças famintas que existem no mundo e que, nas palavras do seu salvador, são ele próprio pedindo ajuda! Deixe as pessoas viverem! Que mal há na conduta dos homossexuais? Qual mal fazem? Quem disse que os homossexuais são contra a família, querendo a destruir? E você sabia que a sua tão prezada liberdade religiosa já foi combatida com argumentos como os seus? A liberdade, quando conveniente para você, você a aceita! Mas quando traz benefícios para os que não pensam como você, você a rejeita... muito conveniente! Viva a sua vida, deixe as pessoas serem felizes! Haja com cristão e, ao invés de querer matar os outros, dedique sua vida a cuidar dos que sofrem e dos que precisam de alento! É muito fácil condenar os diferentes e se sentir "o cristão por isso"... Mas quero ver você seguir as palavras de Jesus de amor verdadeiro ao próximo, se libertando de seus luxos e dedicando sua VIDA INTEIRA a fazer o BEM! Você se apega muito ao Antigo Testamento... Por um acaso uma filha pode ser vendida como escrava, como ordena deus? Uma mulher adúltera deve ser apedrejada até a morte? As mulheres são seres que nasceram para ser dominados pelos homens?
Leia o Novo Testamento e sua mensagem de AMOR e tente segui-la, nem que seja um pouquinho! Este projeto de lei não assusta a ninguém que viva o AMOR! Meus amigos e minha família heterossexuais não estão nem um pouco com medo dele... Só vocês, os que, além de viverem suas convicções religiosas, querem obrigar todos a as viverem também! Cada um na sua, cara! Respeite a diferença: violência nunca resolve nada e nem a bíblia a justifica!

Anônimo disse...

Concordo com a Manu e vou dar um exemplo de que o "gayzismo" é normal. Imagine que a terra fosse 100% populada por casais homossexuais, ou seja, somente homem com homem e mulher com mulher. Hummm... uma dúvida, como nasceriam os bebês ? Mas continuo achando tudo normal.

Anônimo disse...

Para Josimar Salum,
continue na fé meu irmão.
Amar o próximo não significa se conformar com o pecado.

Como a Palavra de Deus diz:
"Não vos conformeis com este século..." Rm 12. 2

E também detestar o pecado não significa detestar o pecador.

E a Palavra também diz:
"O temor do Senhor consiste em aborrecer o mal" Pv 8. 13

Então, meu irmão, continue assim, jamais odei algum homosexual, porém aborreça o homosexualismo.

Anônimo disse...

Para Heloisa helena belo neves
Deus não criou o 3º sexo, isto é anátema .
Deus quando criou o ser humano, criou homem e mulher, deu ao mesmo, o livre arbítrio.
Portanto,querer obedece-lo ou não é uma escolha pessoal de cada um.
Obedecer a Deus é ter a vida, não obedece-lo é estar em morte.
Nem o proprio Deus obriga o homem a obedece-lo.
Minha pergunta é…
Estão eles acima de Deus, para nos obrigar a aceitar praticas que ferem a moral,o caráter e a dignidade humana.
Essa passagem é do novo testamento:
Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza. Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão. Embora conheçam o justo decreto de Deus, de que as pessoas que praticam tais coisas merecem a morte, não somente continuam a praticá-las, mas também aprovam aqueles que as praticam. ( Rm. 1:24-27, 32)

Anônimo disse...

Sejamos práticos:Para estar legal temos que cumprir todos ditames da lei.Basta uma virgula e somos transgressores da lei e passiveis de penalidades.A lei dos homens não faz distinção de violação.
A lei de Deus também não diz:Este é um pecadinho,este é um pecadão.
Então todos nós estamos condenados pela lei por que pecamos.
Mas,Jesus salvou a todos pela misecórdia.Então julgar os outros é dizer que Jesus tá errado por perdoar a todos.bjos.

donizeti disse...

Donizeti fala:
A palavra de Deus nos diz:
"Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem afeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus. Todas as coisas me são licitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são licitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas. Não sabeis vós que vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei, pois, os membros de Cristo membros de meretriz? Não, por certo. Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo, mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. (I Corintios 6. 9,10,12,15,18)
Não sou eu quem diz, mas sim a palavra de Deus, se ela esta ainda tendo o seu valor na vida dos homens, pelos comentários vejo que a mesma palavra esta se cumprindo a apostasia.
Que Deus pelo seu infinito amor pelo seu Espírito Santo possa desperta o coração dos homens para a sua verdade, e assim libertar-lo.
Em romanos 12.1-2 diz: Portanto, rogo-vos, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformei com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.
A Paz.

Pr. Dr. Alberto Thieme disse...

Cara Heloisa Helena Belo
Esta tem sido a tecla que a maioria dos homossexuais e simpatizantes batem. Defendem um Jesus de amor, misericordioso, e ainda bem que voce citou que Jesus disse: "...vais e não peques mais". Existe algo que voce ainda nao compreendeu e precisa compreender: existem dois tipos de discriminação: a boa e a má. Voce discrimina, sabia? Eu tambem e todos discriminam ou para o bem ou para o mal. Quando discriminamos para o bem, não tem erro nenhum neste tipo de discriminação por exemplo: se seu filho (espero que voce seja mulher) começar a andar com um amigo e voce acaba descobrindo que o amigo dele é um traficante de droga, voce vai deixar seu filho continuar a andar com ele? Não é a resposta, correto? E se o amigo de seu filho for um ladrão? Voce vai deixar seu filho andar com elë? Não também é a resposta. Por que voce discrimina o traficante e o ladrão? Então voce pode ser processada se eles descobrirem que voce está discriminando-os: errado. Errado por que? Por que voce está discriminando para o bem. Nós cristãos e muitos pais de familia jamais deixarão seus filhos andarem com homossexuais ou lesbicas. Por que? Porque eles acabarão por influenciar seu filho(criança, adolescente ou jovem) porque mais dias ou menos dias se seu filho não tiver uma convicção de vida correta diante de Deus, ao invés dele ganhar o homossexual para Cristo e ele acabar por voltar a ser hetero ou acabará sendo vencido pela tentação e poderá acabar sendo um sodomita (homossexual ativo) ou um efeminado (homosexual passivo). Então esta discriminação é para o bem. Nós respeitamos os homossexuais, jamais maltratamos qualquer um, mas nosso relacionamento com eles e com os traficantes de drogas, drogados, alcoolatras, prostitutas é o mesmo que Jesus teve. É nunca discrimina-los para o mal, mas convidarmos a todos que pudermos a "ir e não pecar mais". Nunca ninguem de nós pode discriminar alguem para o mal. Se isto fizer, acabará na cadeia. O que vemos hoje é uma corrente de pessoas com suas cabeças feitas para que quando qualquer pessoa sinalizar contra a pratica homossexual, eles imediatamente já dizem: VOCE É HOMOFOBO!. Quando ele faz isto ele está discriminando para o mal, pois está praticando o crime de discriminação HETEROFóBICA, entendeu? Há algumas semanas criamos uma nova associação para defender os heteros, da heterofobia, agir contra o aborto seja de qual tipo for, e contra todo tipo de discriminação. Já estamos trabalhando a favor de quem tiver qualquer problema de discriminação, principalmente a heterofobica, basta escrever para o email defesa_hetero@yacoo.com que é o email da ADHT ( ASSOCIAÇÃO DE DEFESA CONTRA A DISCRIMINÇAO DOS HETEROSSEXUAIS) para contar com nosso apoio totalmente gratuito. Se voce é cristão e quer engajar-se nesta luta, queremos contata-lo. Escreva-nos. Em breve nosso site estará no ar tambem e voce poderá obter maiores informações. Esta iniciativa do Para se inteirar mais de como a Deus condena a pratica homossexual ativa e passiva, leia os seguintes artigos postados em varios BLOGS do google e em alguns sites tambem. Procure por "SODOMA E GOMORRA...A TRISTE REALIDADE QUE POUCOS CONHECEM" ou "RESPOSTA A CARTA ENVIADA A DRA LAURA" ou "SAINDO DO ARMARIO E ENTRANDO EM SODOMA E GOMORRA", ou "O SONHO QUE SE SONHA SÓ É SÓ UM SONHO", ou "DIGA NÃO A PRATICA DO HOMOSSEXUALISMO". São apenas alguns de dezenas que já foram postados por mim e não deixe de entrar no BLOG do escritor cristão julio Severo ; wwww.juliosevero.com.
Um forte abraço e que Deus te ilumine.
Pr. Dr. Alberto Thieme

luis carlos disse...

ola Não sou evengelico falo como um simples cidadão, essa lei é uma vergonha uma afronta a toda sociedade quer dizer que os homessexuais vão ser intocaveis. onde ja se viu uma coisa dessa, não poder mais ter o direito de opinar ou de não comcordar com eles. olha não sou contra eles ate porque não vai doer em mim, mais vc não poder fazer nada contra eles porque vc pode ir preso. isso é uma grande vergonha, uma palhaçada sem tamanho. am mais uma coisa Deus quando criou o mundo ele fez Adão e Eve ele não fez Adão e Ivo.