30 abril 2008

Por que alguns pastores não se reúnem com os outros?


É muito comum nos encontros de líderes, especialmente de pastores, preletores nem sempre ministrarem para satisfação geral, mesmo porque os ouvintes vêm de diversas denominações, crêem diferentemente dos outros, têm estilos e gostos distintos que são mesmos peculiares a cada um.

Entretanto, isto é perfeitamente compreensível para cada um daqueles que decidiram valorizar mais os relacionamentos, respeitando as pessoas pelo que elas são, do que pelas suas formações religiosas, crenças, estilos e gostos peculiares.

Contudo é comum algum líder discordar do que ouviu, ofender-se com alguma posição compartilhada e rejeitar o estilo do preletor e a partir daí, infelizmente, nunca mais voltar ao encontro, rejeitando radicalmente a oportunidade de relacionamento com outros líderes, irmãos em Cristo.

Tenho observado na caminhada de relacionamento com líderes cristãos de várias nacionalidades que o egoísmo, a intolerância, a arrogância, o exclusivismo, o espírito crítico e a desobediência a Palavra de Deus têm desempenhado papéis preponderantes na disseminação de contendas, divisões e insucesso dos encontros entres líderes.

O Espírito Santo determina que a única licença que temos para recusarmos a associação é com aqueles que dizendo-se irmãos, são devassos, ou avarentos, idólatras, maldizentes, beberrões, roubadores. (Conf. I Cor. 5:9-11)

O egoísmo evidencia-se nas agendas próprias, no discurso mascarado de “Reino” quando o que se promove mesmo é o “reino pessoal”, com a promoção exclusiva de programações pessoais e personalistas. A compreensão do que é o Reino de Deus e como se manifesta é essencial para romper com estes comportamentos egoístas que impedem a comunhão com os irmãos.

A intolerância se manifesta na impaciência para com os erros dos irmãos, pela incompreensão de que todos, inclusive nós, temos o direito de pensar e falar diferentemente. Falta espírito de mansidão para encaminhar aquele que foi surpreendido em alguma falta. (Conf. Gal. 6:1). A humildade e o quebrantamento de nosso coração rompe com toda a intolerância, quando reconhecemos que Deus nos aceita como somos, e nos recebe como filhos pelos méritos exclusivos de Jesus Cristo, Aquele que não se envergonha de nos chamar de irmãos.

A arrogância combinada ao orgulho, demonstrados no sentimento de superioridade, na exibição inconveniente de mostrar-se que é melhor e na falsa percepção de auto-importância isola o líder dos outros, e o impede de desfrutar do privilégio da comunhão. É urgente tomar e cingir-se com a toalha de Jesus e abaixar-se para lavar os pés dos irmãos. Servir é a vocação maior do Ministro de Cristo. É a vocação maior de Seus discípulos. Quem não serve não é discípulo DEle, muito menos ministro.

O exclusivismo se manifesta no excessivo particularismo voltado para o ministério pessoal ou da denominação, inflado pela percepção falsa de que se é suficiente para fazer a obra de Deus, é melhor do que os outros e que os outros não sabem tanto. A simples compreensão de como funciona o Corpo de Cristo eliminaria todo exclusivismo, pois individualmente somos de fato membros uns dos outros. E se não somos membros uns dos outros não somos do Corpo.

O espírito crítico é claramente percebido nas conversas entre líderes. Parece que se tornou um hábito indispensável. A Palavra de Deus declara: “Examinai tudo e retende o que é bom.” Porém muitos líderes geralmente examinam tudo e retêm o que é ruim. A intolerância gerada por este cristicismo impiedoso têm condenado muitos preletores ao descrédito, simplesmente porque uma ou duas de suas expressões em seu ensino ou pregação não foram apropriados. Revestir-se da verdadeira humildade é a cura para esta enfermidade da alma, pois leva a reconhecer quem somos e a perceber que também erramos.

Jesus orou ao Pai pela Unidade de Seus discípulos. É desobediência e rebelião a Sua vontade recusar a participar da comunhão dos santos na cidade. Todo esforço deve ser empreendido por cada um de nós para promover reconciliação e a união dos irmãos. Sem comunicação isto não é possível. Nossa indiferença não nos isenta de nossa responsabilidade. Não enxergar esta verdade é miopia espiritual. É não enxergar a amplitude e a diversidade do Corpo de Cristo. É preciso, pois, obedecer a Jesus. Para que todos os Seus discípulos sejam um.

9 comentários:

Pa. Ilaene Schuler disse...

Paz e graça dos céus vindas através de JESUS até nós!
Na cidade onde moro temos 100 mil habitantes e nem 10 por cento são evangélicos.
Ontem tivemos a quarta reunião de pastores/as de minha cidade. E de forma especial vivemos um "pentecostes" onde o Espírito ministrou na nossa vida. Pastores prostrados no chão colocando em ordem a sua vida diante de DEUS, convencidos pelo Espírito Santo a buscar uma vida de santificação, fortalecidos pelo renovo de DEUS em sua vida e determinados a não andar sozinhos, mas buscar nos colegas companheiros de jugo e intercessores por sua vida. Este tem sido o agir de DEUS entre nós aqui em Formosa-GO, que fica a 70 km de Brasília. Escrevo porque o texto que recebi de vocês irei compartilhar com os colegas pastores, e para que vocês saibam que ele é e será instrumento para o falar de Deus neste tempo prá nós aqui.
Em Cristo, o Senhor da Igreja
Pa. Ilaene Schuler
Email ilaene_schuler@hotmail.com

J Dilson disse...

Prezado Irmão Salum,quero sim continuar recebendo seus emails e também estou encaminhando o endereço do meu irmão de sangue que também é pastor:rivaelouteiro@yahoo.com.br;ele vai gostar muito de receber essas mensagens que são edificantes.Estou encaminhando esta que recebi do irmão.Um grande abraço J.Dilson
rev.jdoo@bol.com.br

Pr. Joa Caitano disse...

Caro irmãi Salum,

Estou na cidade de Governador Valadares realizando um Seminário A Cura
da Alma e agradeço ao Senhor por seu excelente artigo. Prouvera Deus
que o mesmo chegasse as mãos de todos obreiros e líderes de todas
igrejas, comunidades e grupos religiosos-evangélicos. A propósito,
domingo passado dia 27, Deus me permitiu alcançar 40 anos de ministro
ordenado do evangelho. No dia 27 de abril de 1968 na cidade do Rio de
Janeiro, recebi a imposiçao das mãos de centenas de ministros reunidos
em Convençao Estadual das Ass. de Deus - RJ
Matéria deste naipe precisam ser produzidas abundantemente, afim de
que, as doenças da alma sejam isoladas completamente ( especialmente de
nós obreiros -que trabalhamos com as almas, as quais o Senhor Jesus
salvou). Parabéns.
"Melhor é o fim das coisas, do que o princípio das mesmas..."

No amor de Cristo - Joá Caitano
email joacaitano@aol.com

gilbertosena91@hotmail.com disse...

AMIGO, EM FORMA DE ESBOÇO QUERO DEIXAR A MINHA CONTRIBUIÇÃO.CONCORDO COM A SUA MATERIA.FAÇO PARTE DE UMA ASSOCIAÇÃO DE PASTORES E TENHO DESFRUTADO DE BENÇÃOS INEXCRUTAVEIS; MAS INFEZLIMENTE NEM TODOS CONSEGUEM DESVENCILHAR DO NARCISISMO.(Pessoa que tem propensão ao narcisismo, que nutre amor excessivo a si mesmo, a sua imagem)PAZ!

gilbertosena91@hotmail.com

Pr. Patente disse...

Querido colega, saudacoes!

Parabens pelo artigo. Excelente. Faco minhas as suas palavras.

Que Deus continue abencoando sua vida, familia e ministerio.

Em Cristo

Pr. Patente
pastorpatente@hotmail.com

Missionario Maciel disse...

Graça e paz

E porque as igrejas não me apoiam em um projeto que estou lançando no brasil??
Como era as igrejas de Laudiceia e Antioquia ??
Hoje é bem diferente, quando convido alguém para se envolver
com recuperão de vidas eles dizem, não quero da trabalho,
será que a missão da igreja e essa?? não ter trabalho?
pelo conheço 46 anos de cristão o verdadeiro evangélio e ;
visitar os orfãos, a população carente, Jesus veio para os necessitados e doentes
hoje o verssículo da Biblia que diz, ''Vinde amim todos que estão cansado e oprimidos eu vos aliviarei''
está difrente pelo que vejo,, VINDE AMIM TODOS QUE TEM DINHEIRO EU VOS VISITARÉI,,, triste isso,
até quando vamos aguentar estes mercenários?, onde estão os cristãos ??? pelo que vejo se foram,
estou assustado com tudo isso, e percebo as igrejas estão morrendo nas drogas , prostituição etc,
precisamos nos acordar-mos deste sono que so dinheiro e que queremos, mas nós como servos queremos vidas
junte se a nós..
Abraços em Cristo
Missinário Maciel.

Visite meu site
www.bigforsale.com
Obrigado.

Robson Silva disse...

Deus abençõe muito vocês, pois aqui no sertão estou como Coordenador de Ministyro e nossa visão é amesmoa. Vamos sair da nossa Igreja Presbiteriana de Baturité visitar todas as Igrejas e ofertar com amor.
Isto é Reino de Deus.
Pr.missionário Robson Scofield Silva
israel_scofield_@hotmail.com

FMS - Família Missionária Scofield
(85)8732.0616 / (85)9939.8452

Waldecy Antonio Simões disse...

Aprovado o seu texto. Por sinal, outro dia entrei no YouTube para ver várias das brigas de “pastores” famosos, como Silas Malafaia e outros. Uns contra os outros e um contra o outro. Durante as acusações gravíssimas entre eles, sem deixar de fora o grande vilão de Deus o “pastor” Edir Macedo” o homem que só pensa em suplantar a audiência da Rede Globo, não importa se seja por Deus ou por Satanás, acabei comentando aos que assistiam comigo:

“O Apocalipse deve, mesmo, estar bem próximo, pois se a Palavra de Deus é pregada por homens assim, é certo que é deles que fala o verso 10 do capítulo 20 de Apocalipse.

Graça, paz, saúde e muita sabedoria ao irmão. Respondi a um arquivo que “rola” na Internet que desvirtua a Palavra de Deus.

Graça, paz, saúde e muita sabedoria ao irmão.
Waldecy Antonio Simões netsimoes@terra.com.br]

Elcio disse...

AMADO, IMPORTA QUE O EVANGELHO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO SEJA PREGADO E RECEBIDO POR QUEM ESTA LA FORA DOS MUROS DA IGREJA. POIS E LA FORA QUE OS PECADORES ESTAO. DEUS DA ESTRATEGIAS PARTICULARES PARA CADA PASTOR DE OVELHA. A PREOCUPACAO DE UM PASTOR DEVERIA SER DE GANHAR ALMAS E NAO DE FICAR QUERENDO SQBER O QUE O SEU "COLEGA" ESTA FAZENDO!

Elcio
elciorfranca@hotmail.com