05 fevereiro 2013

O Prêmio do Pastor Silas Malafaia

Josimar Salum

Não conheço no Brasil nenhum pastor que com tanta eficácia defenda em debates as atuais posições evangélicas como o Pastor Silas Malafaia, contudo há um abismo entre muitas dessas posições e a Fé Evangélica que uma vez foi dada aos santos.


Foi ao ar na primeira hora da segunda-feira do dia 3 de Fevereiro de 2013, a entrevista que Pastor Silas Malafaia deu a jornalista Marília Gabriela para seu programa de entrevistas no SBT. 

No primeiro bloco do programa "De Frente com a Gabi" ela questionou a Teologia da Prosperidade como "uma heresia" que segundo a sua percepção "é mais para a igreja que para o fiel e parece que Deus proteje mais a igreja que ao seu fiel." 

O pastor respondeu, como sempre, cheio de emoção e energia, usando a Igreja Universal como exemplo para argumentar que "nenhum fiel jamais daria seus dízimos e ofertas para a igreja por muitos e muitos anos se não recebesse nenhum benefício." 

O pastor prosseguiu afirmando que Deus é um Deus de prêmios e recompensas, que "trabalha com uma lei de recompensa, 'e disse' que Paulo cita uma 'coisa linda' no seguinte texto:

"Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus." Filipenses 3:13-14 

A jornalista perguntou então: "Qual é a recompensa?"


O pastor respondeu com uma série de argumentos dizendo que são os benefícios que as pessoas recebem citando os casos de pais que tem filhos drogados, esposas que têm seus maridos alcóolatras, etc e que a igreja trabalha sem a ajuda de um centavo do Estado para recuperá-las.

Claro que a Igreja é uma agência extraordinária de transformação das pessoas e da sociedade!

Acrescentando o pastor disse literalmente: 

"Nós temos essa experiência, um cara tem um único filho, ele diz 'eu daria tudo o que eu tenho prá tirar esse cara da cocaína... a mulher diz eu daria tudo para tirar o meu marido da bebida, aí vai prá igreja, é restaurado" e perguntou: "Quanto vale isto?" 

O cara diz 'se eu der o dinheiro todo não paga o que Deus faz na vida das pessoas." 

Algumas considerações: 

1 - É impossível pagar a Deus por qualquer coisa que recebamos DEle

Uma pessoa que é transformada, curada, liberta das drogas ou que receba qualquer grande benção de Deus na igreja não tem como e não pode pagar por nada. 

É um absurdo desprezar o preço que Jesus pagou com seu Sangue pela salvação completa desta pessoa quando a própria salvação, a benção, a cura e a libertação são monetarizadas. 

"Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado." 1 Pedro 1:18-19 


2 - O dízimo não era um pagamento para Deus abençoar Seus filhos nem pelo tinha já abençoado. 

Como Deus abençoou, como Seus filhos reconhecendo que Ele é o possuidor dos céus e da terra, entregavam o dízimo.

Assim de qualquer modo primeiro Deus os abençoava, depois davam o dízimo. 

Eu semeio, porque Ele me deu a semente para que possa semear. Até o que semeio vem de Deus!

Dizimar e honrar ao Senhor com as prímicias eram atos de fé "sem a qual ninguém pode agradar ao Senhor." Hebreus 11:6

Foi assim desde o início, desde quando Abrão e Jacó deram os dízimos. 

A Bíblia ensina que Abraão não deu o dízimo de tudo o que possuia, mas dos despojos que conseguiu pela vitória que Deus lhe deu na guerra contra alguns reis. (Genêsis 14)

"E Jacó fez um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta viagem que faço, e me der pão para comer, e vestes para vestir; E eu em paz tornar à casa de meu pai, o SENHOR me será por Deus... e de tudo quanto me deres, certamente te darei o dízimo." Gênesis 28:20-22

A razão quando os judeus foram desafiados no tempo do profeta Malaquias a trazerem os dízimos à Casa do Tesouro foi porque não estavam sendo fiéis. 

E quando traziam alguma oferta era com engano, pois traziam o pior e não o melhor para o templo de Deus.

Deus afirmou que deveriam dar os dízimos e as ofertas e fazer prova DEle. Ele abriria as janelas do céus e derramaria sobre eles uma benção tal até que não houvesse lugar suficiente para a recolherem. Conferir o Livro de Malaquias, especialmente cap.3, v. 10.

"Tem porventura o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros." 1 Samuel 15:22


A Benção continuaria fluindo se eles trouxessem seus dízimos e ofertas à Casa do Tesouro, porque é assim que Deus já os tinha abençoado. Precisavam obedecer ao Senhor porque Ele é um Pai abençoador.

A Nova Aliança feita com o sangue de Jesus na Cruz é baseada em que  Deus já nos deu Seu Filho e já nos abençoou tão abundantemente que com Ele nos deu todas as coisas.

"Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?" Romanos 8:32 


3 - O dízimo e a oferta não são meios de barganha com Deus. 

Deus ama a quem dá com alegria, não por necessidade nem por compulsão.

"Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para 
comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa 
justiça." 2 Coríntios 9:10

Deus já resgatou o homem na Cruz do Calvário e já o abençoou com toda a sorte de bençãos. 

"Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo..."  Efésios 1:3

Não existe o que barganhar nem o que negociar com Deus.


4 - Deus ama quem dá com alegria

Em II Corintios cap. 9 a semeadura e a colheita é um princípio da Nova Aliança. Como princípio a contribuição pode ser maior o dízimo, porque qualquer um contribue segundo o que propôs o seu coração. E o faz segundo a sua fé e jamais por avareza, mas também com alegria contribuir com menos de 10%, segundo o que propõe em seu coração não com pesar e nem por obrigação, ou seja, através de uma pessoa estabelecendo o valor de sua oferta.

Pode semear pouco ou semear com abundância, mas sempre segundo o que propor em seu coração.

"Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará. (v.6)

Como príncípio a semeadura do povo de Deus está total e exclusivamente relacionada, ou seja, os recursos colhidos têm estes objetivos:

1 - A assistência aos santos; 

2 - Distribuição e doação dos bens aos necessitados; 

3 - O suprimento das necessidades do povo de Deus; 

4 - O compartilhamento dos bens com os outros.

Qualquer outra aplicação da semente fora destes termos é antí-biblica. Isto é que é roubar a Deus!


As contribuições dos santos também são destinadas a suprirem as necessidades dos que pregam o Evangelho.

"Porque na lei de Moisés está escrito: 

Não atarás a boca ao boi que trilha o grão. Porventura tem Deus cuidado dos bois? Ou não o diz certamente por nós? 

Certamente que por nós está escrito; porque o que lavra deve lavrar com esperança e o que debulha deve debulhar com esperança de ser participante. Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito que de vós recolhamos as carnais?" 1 Coríntios 9:9-11

"Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade." Efésios 4:28


5 - Jesus resgatou todos os homems e conquistou tudo na Cruz do Calvário

É verdade bíblica incontestável que tudo o que recebemos de Deus já foi conquistado por Jesus na Cruz do Calvário. incluindo todas "as nossas recompensas." 

É verdade bíblica incontestável que nas Escrituras a primeira vez que aparece a palavra "recompensa" ou "galardão" refere-se ao próprio Deus.

"Depois destas coisas veio a palavra do SENHOR a Abrão em visão, dizendo: 

Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, o teu grandíssimo galardão (a tua grande recompensa)." Gênesis 15:1

"Pela fé Moisés, sendo já grande, recusou ser chamado filho da filha de 
Faraó, escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus, do que por 
um pouco de tempo ter o gozo do pecado; 

Tendo por maiores riquezas o vitupério (infâmia) de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa.

Pela fé deixou o Egito, não temendo a ira do rei; porque ficou firme, como vendo o invisível." Hebreus 11:24-27

No contexto de Filipenses 3:13-14 Paulo considerou como perda todas as coisas, pela excelência do Conhecimento de Cristo Jesus. 

"Todas as coisas" referem-se tanto as coisas religiosas que ele usufruia no Judaísmo quanto todas as outras relacionadas com a sua vida, riquezas inclusive! 

É por causa de Jesus que Paulo sofreu a perda de todas as coisas. 



Paulo considerou todas as coisas como escória - do grego 'skubala' que significa “excremento humano”. 

Desculpe-me, não se escandalize, por favor, por escrever essa expressão aqui, mas literalmente é o que significa 'escória' no texto original.

Como alguém pode renunciar tudo quanto tem para seguir a Jesus e depois 
buscar de Deus as mesmas coisas que renunciou? 

Como pode alguém tentar barganhar com Deus dando-lhe ofertas para que seja abençoado materialmente em benefício próprio?

O irmão Marcos Miranda respondeu: 

"Creu que só é possível isso ocorrer se:

1. O indivíduo no princípio nunca realmente renunciou tudo ou nunca entendeu o significado de renúncia, ou seja, nunca houve uma conversão 
verdadeira em sua vida. (Mateus 19:16-22; Lucas 14:33)

2. Se a pessoa está sendo enganada durante a sua "caminhada com Cristo" 
crendo em outro evangelho. (Gálatas 1:6-10)"

Naquele texto qual é o alvo a que Paulo se refere quando diz que prossegue avançando e esquecendo as coisas (aquelas coisas) que atrás ficam? 

"Conhecer a Jesus, e a virtude da Sua ressurreição, e a comunicação de Suas aflições, e ser feito conforme a Sua morte" Filipenses 3:10

Qual é o prêmio que receberemos prosseguindo para o alvo por conta do sacrifício de Jesus na Cruz?  

Conhecer a Cristo, sofrer por Cristo e ser feito conforme a Sua morte e por fim, a ressurreição dos mortos.  

Não questiono o conhecimento do Pr. Silas das Escrituras, mas desculpe-me, escrevo rindo, quando citou esta passagem dentro de um contexto de prosperidade e benefício material para corroborar com sua afirmação de que Deus é um Deus de recompensa e de prêmios, fez uma "esejegue" do texto. E não foi somente essa afirmação que fez durante a entrevista, mas algumas outras totalmente infundadas na Palavra de Deus!



Para concluir gostaria de afirmar o seguinte:

Iniquidade é tudo o que se opõe à equidade, equivalência ou igualdade. 

Estabelecido este conceito, afirmo que é uma iniquidade no seio de uma igreja evangélica um pastor ganhar 10, 20, 30 vezes mais do que o outro do "ministério", porque igreja não é empresa e não se compensa um obreiro de Deus com base em sua classe ou seu nível, mas com um salário. 

Salário nas Escrituras tem a ver com sustento, porque aquele que prega o Evangelho deve viver do Evangelho e não se enriquecer do Evangelho.

"Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs 
palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a 
piedade, 

É soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas, contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, 

Cuidando que a piedade seja causa de ganho (lucro)

Aparta-te dos tais.

Mas é grande ganho a piedade com contentamento.

Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele.

Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes.

Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.

Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.

Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão."  1 Timóteo 6:3-11 

Amém.

Malafaia terminou praticamente a sua 
participação no programa dizendo:

"Deus te abençoe, Marília Gabriela".

Ela respondeu encerrando a sua:

"Que o meu Deus que não sei se 
é o mesmo que o seu Deus, te perdoe." 

20 comentários:

Cristi@ne disse...

Admiro demais esse homem de Deus, só pela coragem que tem de falar do evangelho, já vale tudo!

Parabéns pelo post.

Graça e paz de Cristo

Anônimo disse...

Parabéns meu amigo, você deve trazer uma contribuição muito maior para o Evangelho do que o Silas Malafaia. Criticar as declarações do homem que deu a cara pra bater, defendendo a igreja e a família, com certeza é muito mais válido, do que fazer apologia à igreja e à família. E gostaria de destacar de forma especial seu comentário de que é uma iniquidade um pastor ganhar mais que outro. Creio que você deveria dar como referência o texto de 1 Timóteo 5:17 "Devem ser considerados merecedores de dobrados honorários os presbíteros que presidem bem, com especialidade os que se afadigam na palavra e no ensino." Queridão, me perdoe, nem te conheço. Mas acho um desserviço tão grande criticarmos publicamente uns aos outros. Acho difícil de concordarmos em tudo, eu não concordo com tudo que o Malafaia fala e diz, mas não vejo propósito nenhum em critica-lo. É claro, que esta mensagem é pessoal e não espero que publique. Me perdoe se o que estou fazendo é desnecessário tamb'me. on O Prêmio do Pastor Silas Malafaia

--------

Meu irmão. Me arrependi de ter criticado sua postagem. Não creio que o que eu fiz possa acrescentar algo ao Reino. Tenho certeza de sua motivação foi boa, apesar de continuar sem ver propósito na crítica. Mas te peço que me perdoe, e desconsidere. on O Prêmio do Pastor Silas Malafaia

Anônimo(a)

---------
Amado irmão (ã),

Obrigado, amado, pelos seus comentários! Opniões diferentes são bem vindas!

Preciso deixar claro que procuro jamais julgar, criticar ou atacar quem quer que seja, muito menos a um homem de Deus. Mas não deixo de julgar, criticar e atacar qualquer ensino, comentário ou pregação contrários á Fé Evangélica.

Não acredito quer ninguém está acima da Palavra, nem o Papa, nem nenhum pastor, por mais importante, famoso e respeitado que seja!

O que diz as Escrituras? "Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos." Judas 1:3

"Não importa o que aconteça, exerçam a sua cidadania de maneira digna do evangelho de Cristo... fique eu sabendo que vocês permanecem firmes num só espírito, lutando unânimes pela fé evangélica." (Filipenses 1:27)

Batalhar pela fé significa adequadamente lutar (literalmente, pelejar apropriadamente), ou seja, com habilidade e compromisso na oposição ao que não é da fé (persuasão de Deus).

Josimar Salum

Eloa Celedon-Rodrigues disse...

Olá Pastor Salum, por coincidência ontem eu assisti este vídeo no youtube e fiquei realmente impressionada com a entrevista (comentários do Pastor e da Gabi).

Infelizmente, existem pessoas que colocam seu foco(s) no homen em vez na grandeza de Deus.

Eloa Celedon-Rodrigues

--------------

É vero minha irmã. É vero! Infelizmente mesmo!

Paulo de Carvalho disse...

concordo amadão!!!!

Jonatas Macedo disse...

Parece que ele perdeu tempo e conceito nessa entrevista...
abs.

Jônatas.

Wirto Schaeffer disse...

NÃO SOU PASTOR, POREM APRENDI EM MINHA CAMINHADA DE FÉ, QUE UM PASTOR, NO SEU CASO, DEVERIA FALAR COM O PASTOR SILAS, E NÃO SUBIR EM UMA ALTA TORRE E DEPENAR LÁ DECIMA UMA GALINHA, ESPERO QUE O IRMÃO NÃO TENHA QUE PROCURAR PELAS PENAS QUE POSSA TER SOLTADO AOS QUATRO VENTOS, PARA RECEBER PERDÃO, QUE SERIA HUMANAMENTE IMPOSSÍVEL.
NO MEU ENTENDER CREIO QUE O IRMÃO TEM COISAS MUITO MAIS IMPORTANTES PARA FAZER DO QUE FEZ, AO ESCREVER
EXEMPLOS E MAIS EXEMPLOS PARA TIRAR UMA CASQUINHA?E O SENHOR MEU QUERIDO PASTOR, QUER TAMBÉM QUE A MARILHA DIGA PARA O DEUS DELA LHE DAR PERDÃO?
GOSTO MUITO DO QUE O IRMÃO FAZ PELO REINO, E GOSTO TAMBÉM DO QUE O SILAS FAZ, POREM DA SUA REPRIMENDA NÃO GOSTEI.
SOU DE FAMÍLIA LUTERANA, E MEU TRABALHO E DISTRIBUIR BIBILIAS, PORQUE FAÇO PARTE DE UMA CAMPO GIDEONICO E NOSSO TRABALHO É LEVAR A PALAVRA ONDE NEM O SENHOR NEM O SILAS CHEGAM, E EU AXO QUE O MEU DEUS É O MESMO DO IRMÃO E O MESMO DEUS DO SILAS, SUGIRO UM POUCO MAIS DE RESGUARDO.

É UM FRATERNO ABRAÇO QUE LHE ENVIO.

DO IRMÃO WIRTO

------------------------

Irmão Wirto,

Respeito muito Malafaia como pastor Evangelico, mas não posso concordar com tudo o que fala.

Quando um pregador fala publicamente publicamente será admoestado. Alias é o que ele faz freqüentemente.

E logo os irmãos enviaram de noite Paulo e Silas a Bereia; e eles, chegando lá, foram à sinagoga dos judeus. Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim. (Atos 17:10, 11 ARC)

Devemos qualquer um de nós examinar nas Escrituras os ensinos de qualquer pessoa mesmo que sejam homens de Deus.

Obrigado por abrir seu coração. Senti-me honrado pelo irmão.

Josimar Salum

Lowell Bailey disse...

Obrigado, querido amigo, por ter escrito esse artigo!
Abraço -- Lowell Bailey

R F Junior disse...

Prezado Josimar, Graça e Paz !

Permita-me discordar da sua afirmação : "Não conheço no Brasil nenhum pastor que tenha tanta eficácia para defender as correntes posições evangélicas em debates como o Pastor Silas Malafaia".

Existem muitos, muitos ! Muitos Apologetas que "defenderiam", ou melhor ,defendem cotidianamente nossas posições, e o fazem com mansidão e domínio próprio, características ausentes nos discurso rotineiramente irado e quase colérico de Malafaia.

Como testemunho pessoal, afirmo que muitas pessoas se afastam da possibilidade de congregar ou se aproximar dos evangélicos por se assustarem com o discurso do tipo "elefante numa loja de porcelanas" e que se passarmos por uma análise de NeuroLinguística, notaremos sinais de arrogância e prepotência.

"Sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no
espírito, na fé, na pureza" (1 Timóteo 4:12).

Pregações tendendo para auto-ajuda e auto referente, infelizmente !

Isso sem falar na " mudança" de direção conforme ele mesmo insiste em falar devido a influência de seu "guru" Mike Murdock , o "doutor sabedoria"( em minúsculo mesmo ). Essa aí então foi de lascar !!!

Como justificar trazer Morris Cerullo em 2009 e este pedir uma oferta de R$ 900,00 ( relacionando com o nº 9 do 2009 ) e posteriormente, seu guru Mike Murdock em 2010 e pedir R$ 1.000,00 ( nº 10 ) ?. E o pior, Cerullo fez questão de "explicar" o por quê do 9 e do 2009.

A numerologia , de fato, invadiu essa nova "versão" de "evangelho"(minúsculo mesmo )...

O que o Silas chama de "besteirol da "teologia" da "prosperidade" na verdade se confundiu com suas próprias práticas...

Essa visão auto-referente, não Teo-cêntrica nunca se alinhará com o verdadeiro Evangelho do Senhor Jesus.

Onde está na Palavra esta ordenança, recomendação para se definir o valor da "oferta"? E mais, usar tamanha tolice de “numerologia evangélica” ?

Falo isso com muita tristeza pois sei que a "energia" do Silas poderia ser canalizada para a glorificação do Evangelho, o conheci antes de sua "mudança MikeMurdockiana"... Mas para tal o Silas precisaria matar seus atuais valores.

Dito isto, afirmo que ele não é o representante do Evangelicalismo, tamanha é a rejeição que provoca tanto em ímpios quanto em nosso próprio meio.

Óbvio é que concordamos quando ele "defende" posições morais Bíblico-referenciais mas é só até aí, pois do que adianta fazer essas "defesas" e logo a seguir se contradizer com práticas estranhas ao Evangelho ?

Como pregar sobre domínio próprio e mansidão e , conscientemente, não praticar e até se vangloriar disso como ele sempre fala " comigo o buraco é mais embaixo" dentre outras pérolas...

Em relação à entrevista, acho que ele foi prejudicado em dois pontos:

1- Prejudicou-se a si mesmo com sua habitual fala agressiva, a dialética não depende dela para ser eficaz...
Sua fala afastou muita gente ( não os princípios defendidos mas a forma ).

2- Caiu direitinho na armadilhas da "entrevista" ( que na verdade foi um debate ) justamente pelo seu destempero...

O eixo temático da "entrevista" acabou sendo homossexualidade e dinheiro ...

Não defendo o Malafaia, um abismo teológico no separa mas ele caiu na arapuca armada pela entrevista direitinho... Marília Gabriela que foi flagrantemente parcial, embora não devesse como jornalista, ao acusar o Malafaia de "julgar", provou do seu próprio fel quando ele desejou que Deus a abençoasse ela disse "não sei se meu Deus é o mesmo seu mas QUE ELE TE PERDOE"... Lamentável... Se a credibilidade de um era questionada agora é de ambos!

Ah ! Pobre Evangelicalismo Brasileiro... Só a Misericórdia de Deus... Quem sabe uma Reforma da Reforma Protestante ajude ...

Um abraço,

R.F.Junior

Josimar Salum disse...

Júnior,

Obrigado pelo seu cometário

Permita-me discordar com menos de 10% de seu texto e concordar com mais um pouco de 90%.

O que discordo?

Minha afirmação inicial: ""Não conheço no Brasil nenhum pastor que tenha tanta eficácia para defender as correntes posições evangélicas em debates como o Pastor Silas Malafaia".

1 - Claro que existem apologistas brilhantes no Brasil da Fé evangélica e conheço muitos e muitos deles.

2. - Você não pode discordar de um fato vero: EU NÃO CONHEÇO, foi o que afirmei. Não significa que não aja outros.

3 - O que ou quem que eu não conheço? "No Brasil nenhum pastor que tenha tanta eficácia para defender as correntes posições evangélicas em debates como o Pastor Silas Malafaia".

4 - Não afirmei que o pastor referido defenda com eficácia a Fé evangélica uma vez dada aos santos, senão as atuais posições evangélicas que são expressamente contrária as Escrituras.

5 - O restante de seu texto expressa praticamente a minha posição.

Acho que o irmão não leu todo texto que escrevi e se leu equivocou-se na interpretação.

Abração.

Josimar Salum

Josimar Salum disse...

Júnior,

Sobre a oferta de R$ 900 favor visitar este link:

http://jsalum.blogspot.com/2009/12/so-uma-gota-desta-agua.html?m=1

Josimar Salum

R.F.Junior disse...

Seria cômico se não fosse trágico !

Abraço

Junior

Ruahn Costa Couto disse...

Pastor também amei a entrevista, Deus foi glorificado em rede nacional, Aleluia!!!

Ruahn Costa Couto

----
Filho,

Não se assuste, mas acho que Deus não foi glorificado pelo que o Pr. Malafaia disse!

Josimar Salum

luzimario carneiro dos santos disse...

EU TAMBEM ASSISTI,E FIQUEI MUITO FELIZ POR ESSE DEBATE.
UM ABRAÇO.

LUZIMARIO.

Josué Alves disse...

Amado Pastor e amigo e companheiro de luta...
esta é a primeira vez que respondo uma mensagem sua mas , faço questão uma vez que concordo plenamente com você.
Tem muito mais coisas não aceitas de acordo com o Cristianismo.
O programa deveria se chamar Gabi de frente com Malafaia. Pobre Gabriela, não teve chance de fazzer uma só pergunta no ar (Silas já conhecia as perguntas antecipadamente
- é assim que funciona na mídia) Silas maleducadamente não permitia replica nem contestação (por que será???), nem que Gabi falasse. Ele estava exaltado, sem domínio próprio,
e agressivo, sempre na defensiva. Interessante foi ouvi-lo dizer que é O proprietario (não de um ministerio)de uma editora que comprou com o dinheiro das ofertas pedidas em seus programas... me parece muito longe do verdadeiro evangelho do Amor de Deus. PRÊMIO????????Fico por aqui pedindo que o SEnhor tenha misericórdia dos incautos que o seguem sem consultar a Palavra de Deus. Oremos pela Igreja, pelo Reino.
Perdão pelas palavras , talvez mal colocadas. Em Cristo e no seu amor.
Josué Alves...

Antonio Martins disse...


Olá meu amigo Pr. Nei

paz seja contigo! Esse texto que percorre as redes sociais, em relação ao Pr. Silas Malafaia, quero também fazer algumas cosiderações e compartilhar contigo porque é um tanto estranha que pastores e cristãos venham se posicionar contraria pessoa do Pr. Malafaia.

Sabemos que nosso querido Silas Malafaia tem um temperamento as vezes vamos dizer "estourado' ou perde a paciência fácil, um defeito seu mas quem não tem defeitos, uns maiores outros menores, somos seres humanos em processo de aperfeiçoamento, ou mesmo pelo seu nível intelectual e cultural estar um pouco acima da média, as vezes parece um pouco arrogante.

Mas o que ache estranho em tudo isso é os cristão dar mais credito a Marilia Gabriela,, uma excelente jornalista e uma ótima profissional, mas que em termos de bíblia, doutrina bíblica e cristianismo tem pouca ou nenhuma autoridade no assunto, e quando ele afirma que o Deus do Silas Malafaia seja o mesmo que o dela, estranho os cristãos usarem isto contra nosso irmão.

Em toda entrevista do Pr. Silas Malafaia ele deixou claro o que diz sobre a família, defendeu a instituição família casais heteros sexuais, falou sobre a lei da recompensa que está sendo tão criticada, sendo que toda a palavra de Deus é baseada na lei da recompensa: "Ser fiel até o fim e dar a coroa da vida" recompensa, "Quem crer está salvo, mas não crer está condenado" lei da recompensa, " Ser fiel no mínimo que sobre o muito te colocarei" lei da recompensa, para o ladrão na cruz "Hoje estarás comigo no paraíso" recompensa, "aquele que semeia pouco, colhe pouco" "Porque àquele que tem, se dará, e terá em abundância; mas àquele que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado". lei da recompensa e ela funciona em todos os princípios, seja ele espiritual, família, finanças etc...

Poderia citar inúmeros versículos sobre a lei da recompensa, mas ainda não é o X da questã, o que me incômoda e muito é porque tanto cristãos e pastores estão se posicionando em favor de uma pessoa que nem sabemos a que deus serve, ao contrario do nosso pastor Silas Malafaia que há mais de 29 anos tem um programa de televisão pregando a palavra, e sabemos que o Deus que ele serve é o mesmo nosso, podemos discordar de algumas teologias defendidas por ele, normal temos diferentes pensamentos, agora dar credito uma frase dita pela Marilia Gabriela: Que o meu Deus que não sei se é o mesmo Deus que seu te perdoe.

Está de brincadeira né gente, acho que um pregador da palavra, homem de Deus, casado, pai de filhos, com respeito pela maioria da classe cristã teve a coragem de publicamente dizer que a biblia condena o homossexualismo, o aborto e outras porcarias mais merece nosso credito e orações.

Antonio Martins
---------------------

Prezado Irmão Antonio;

Eu também creio na Lei da Recompensa. Mas baseado no texto de Filipenses 3 nossa recompensa não é a prosperidade financeira.

Também encomendo o Pr. Silas como defensor dos príncipios da família, da vida e da moral bíblica, desde que seja a moral alicerçada no Amor e na Santidade de Deus que se manifesta também em Amor..

Josimar Salum

Pr. Antonio Martins disse...

Mas meu amado irmão, como julgar se o Pr. Silas falou sem santidade e amor, será que só pelo fato dele estar lá no progarma já não demostra um amor a palavra de Deus; como julga-lo por isso??? Conhecemos seu coração? A biblia diz que conhecemos a arvore pelo fruto, e o fruto do Pr. Silas tem sido bom, ele tem pregado a palavra, batizando vida, tirando-as do inferno, então nossa função como homens de Deus é dar gloria a Deus pela sua vida, eu sou pastor e quem derá eu fazer a metade ou 20% da obra que Deus realiza atraves da vida do Pr. Silas, então acho que em vez do irmão gastar sua munição e ficar criticando-o publicamente, deveria orar e pedir direção de Deus e ver se está é a vontade Dele, se for continue, se não pare, porque 'Dura coisa é recalcitrares contra os meus aguilhões'

Um forte abraço! Pr. Antonio

-----------------

Amado Pr. Antonio;

Quem julgou o Pr Silas? Nao o fiz. Em nenhuma parte do texto.

Aprendi a ser como os judeus de Beréia e examinar tudo à Luz das Escrituras.

Se o irmão ler e entender realmente o texto "O prêmio do Pr. Silas Malafaia." Irá rever o que escreveu.

Amado, nos não somos infalíveis, somente a Palavra é infalível.

Os católicos também defendem os valores da familia e da vida, não significa que estejam certos quanto a fé e a salvação em Jesus.

O que o Pr Silas falou o fez publicamente. O que escrevi foi sobre o que falou e não sobre ele,

Leia o texto do artigo novamente! Se puder, se quiser!

E esse também:
http://jsalum.blogspot.com/2009/12/so-uma-gota-desta-agua.html

<<<>>>>
Confira o artigo:

O que dizem tanto um quanto o outro é mentira, uma enorme manipulação e grosseira feitiçaria. Ou será que eu é que estou doido?


Shalom!

Josimar Salum

Deny Borges. disse...

Bom Dia Josimar,

Sempre gostei de receber seus e-mails referente á palavra de Deus.

Só não concordo com vc, á respeito desta análise sua, sobre á entrevista.

Por duas razões:

Em primeiro lugar, como disse, seus e-mails sempre foram de grande valia para mim,
mas agora, não me trouxe nenhum aprendizado e sim seu julgamento.
Você sabe com certeza o que está escrito em Rm 2:1 por isso fiquei surpreso com que recebi.

E em segundo lugar, temos todo o tempo do mundo para expor nossa opinião, podemos
pesquisar, analisar, corrigir, refletir, ninguém está nos vendo etc...
Mas ali na hora, com câmeras, a adrenalina, o programa sendo gravado, a entrevistadora que
não é burra nem nada, e que não veio com perguntas feitas por sua imaginação, e sim já formuladas.
Realmente, não é para qualquer um.

Mesmo usando á palavra tão forte que vc mencionou fazendo uma "esejegue" do texto,
com certeza vidas que assistiram ao programa foram abençoadas.

Fique na paz.

Deny Borges.

--------------------

Bom dia Deny;

Obrigado Deny pelo seu email e sinceridade;

A afirmação do Pr. Silas quanto ao "prêmio" é uma apologia as suas práticas de levantamento de ofertas e de sua pregação em defesa da chamada "teologia da prosperidade".

2 - Não julguei o pastor em nenhum momento, jamais faria isto, mas o que disse, o que tem pregado nesta área e o que tem praticado.

3 - O termo "exejegue" é apenas uma alusão cômica já que o Pr. Silas muito além de comicidade usa palavras muito mais fortes do que estas, inclusive referindo a outras pessoas, até pastores, como "idiotas", "vagabundos." etc.

4 - Um pastor experimentado como é respondeu aquela indagação da entrevistadora de um assunto que é completamente versado. Suas respostas desfizeram do sacrifício da cruz de nosso Senhor Jesus e do que representa.

Por favor, não fique triste comigo, porque não me apresento como teu inimigo, amado, em escrever-lhe a verdade.

Abração

Josimar Salum

Sergio Rodrigues disse...

boa tarde,

Acho que deveríamos gastar tempo em divulgar o plano de salvação pois o fim esta próximo não podemos perder tempo analisando o que o outro disse ou deixou de dizer.

um abraço

Sergio Rodrigues

-------------------------

Sérgio,

Ninguém está acima da Palavra de Deus. Judas 1:3 nos exorta a diligentemente contender pela Fé dada aos santos. Afirmar que o prêmio é uma recompensa material, e acredito que além da salvação Pr. Silas acredita nisto mesmo, pelo modo como ele e outros pastores "tiram" ofertas em seus programas de televisão, e um exemplo é o descrito no artigo http://jsalum.blogspot.com/2009/12/so-uma-gota-desta-agua.html . O pastor que apresenta o "homem de Deus" que ira falar é o Pr. Silas e o homem que tira a oferta é Morris Cerullo. O que Morris Cerullo faz é uma aberração. O que diz é um grande mentira ao afirmar que Deus vai cumprir todas as Suas promessas em sua vida até uma certa data se você doar $900.00. Que quem disse para dar R$ 900.00 é Deus. Não é o meu Deus e com certeza não é o seu!

Abração

Josimar Salum

ir.Reginaldo disse...

Irmão Josimar li o seu artigo sobre o pastor Silas Malafaia e a esejegue que o mesmo fez no programa de tv ,aqui no Brasil a muitas noticias vinculadas na internet sobre o mesmo esta envolvido com seitas perigosas como a maçonaria.
Em relação ao dizimo bom seria se fosse aplicado como o irmão descreveu, no entendo eu não creio que o dizimo seja para nossos dias já que não se ver a palavra dizimo no novo testamento e se oferta voluntaria.

Josimar Salum disse...

Reginaldo,

Favor ler este texto

http://jsalum.blogspot.com/2013/10/dizimos-e-ofertas.html